domingo, 8 de agosto de 2010

Abuso Religioso

ITAMAR MARCHESAN

RESENHA: ABUSOS RELIGIÓSOS



MARÍLIA DE CAMARGO CÉSAR, Feridos em nome de Deus: Jornalista que relata os danos e assédios espirituais cometido por líderes religiosos. São Paulo: Mundo Cristão, 30/06/2009





A igreja evangélica está doente e precisa de uma reforma. Os pastores se tornaram intermediários entre Deus e os homens e cometem abusos emocionais apoiados em textos bíblicos. Essas são algumas das afirmações da jornalista Marília de Camargo César em seu livro (Feridos em nome de Deus - editor Mundo Cristão), que foi lançado no dia 30/06/2009. Marília é evangélica e resolveu escrever depois de testemunhar algumas experiências religiosas com amigos de sua antiga congregação. – Ela partiu de uma experiência pessoal, de uma igreja onde freqüentou durante dez anos. Ela não foi ferida por nenhum pastor, porém expressa um alerta, porque viu o estado em que ficaram seus amigos que conviviam com certa liderança. Isso a incomodou muito e queria entender o que tinha dado errado. Não generalizando, porque há bons pastores e boas igrejas. Mas as pessoas que se envolvem em experiências de abusos religiosos ficam marcadas profundamente. Então à autora relata sobre abusos emocionais que acontecem na caminhada cristã é a interferência radical do pastor na vida das pessoas. Um exemplo que ela sita em seu livro e de uma missionária que apanha do marido (segundo pastor da igreja) sistematicamente e vai parar no hospital. Quando ela procura o pastor para se aconselhar, ele diz: “Minha filha, você deve estar fazendo alguma coisa errada, é por isso que o teu marido está se sentindo diminuído e por isso ele está te batendo. Você tem de se submeter a ele, porque biblicamente a mulher tem de se submeter ao cabeça da casa” (cap. 10 pag. 99 a 108). Então, essa mulher pede um conselho e o pastor acaba pisando mais nela ainda, usando a Bíblia para isso. Esse é um tipo de abuso que não está apenas na igreja pentecostal ou neopentecostal, como dizem. É um caso da Igreja Batista, que tem melhor reputação.

As igrejas que estão surgindo, as neopentecostais (não as históricas, como a presbiteriana, a batista, a metodista), que pregam a teologia da prosperidade, estão retomando a figura do “ungido de Deus”. É a figura do profeta, do sacerdote, que existia no Antigo Testamento. No Novo Testamento, Jesus Cristo é o único mediador. Mas o pastor dessas igrejas mais novas está se tornando o mediador, para todos os detalhes de sua vida. Ele menciona que se você receber uma oferta de emprego, o pastor pode dizer se deve ou não aceitá-la. Se estiver paquerando alguém, vai dizer se deve ou não namorar com aquela pessoa. Um das missões do pastor é de ensinar a desenvolver a espiritualidade, mas não ele determina se aquele homem ou aquela mulher é a pessoa de sua vida. Sendo que esses lideres estão gostando de mandar na vida dos outros é uma atitude que abre um terreno amplo para o abuso religioso. Eu presenciei casamentos se desfazendo, porque se mantinham em bases ilusórias. Vi também pessoas dizendo que fazer terapia é coisa do diabo. Há pastores que afirmam que a terapia fortalece a alma e a alma tem de ser fraca; o espírito é que tem de ser forte. E dizem isso apoiado em textos bíblicos. Afirmam que as emoções têm de ser abafadas e apenas o espírito ser fortalecido. E o que acontece com uma teologia dessas? Psicoses potenciais na vida das pessoas que ficam abafando as emoções. As pessoas que aprenderam essa teologia e não tiveram senso crítico para combatê-la ficaram muito mal ( entrevista com sociólogos, psicólogos e psiquiatras). Conheceu um rapaz com muitos problemas de depressão e de autoestima que encontrou na igreja um ambiente acolhedor. Ele dizia ter ressuscitado emocionalmente. Só que, com o passar dos anos, o pastor se apoderou dele.

Uma das histórias que mais marcou a escritora foi a de uma jovem que tem uma doença degenerativa grave. Em uma igreja, ela ouviu que estava curada e que, caso se sentisse doente, era porque não tinha fé suficiente em Deus. Essa moça largou os remédios que eram importantíssimos no tratamento para retardar os efeitos da miastenia grave (doença autoimune que acarreta fraqueza muscular). O médico dela ficou muito bravo, mas ela peitou o médico e chegou a perder os movimentos das pernas. Ela só melhorou depois de fazer terapia. Entendeu que não precisava se livrar da doença para ser uma boa pessoa, (cap.8 pag. 79 a 87).

Os abusos não acontecem da noite para o dia. No primeiro momento, o fiel idealiza a figura do líder como alguém maduro, bem preparado. É aquilo que fazemos quando estamos apaixonados: não vemos os defeitos. O pastor vai ganhando a confiança dele num crescendo. Esse líder, que acredita que Deus o usa para mandar recados para sua congregação, passa a ser uma referência na vida da pessoa. O fiel, por sua vez, sente uma grande gratidão por aquele que o ajudou a mudar sua vida para melhor. Ele quer abençoar o líder porque largou as drogas, ou parou de beber, ou parou de bater na mulher ou porque arrumou um emprego. E começa a dar presentes de acordo com suas posses. Se for um grande empresário, ele dá um carro importado para o pastor. Isso presenciei acontecer várias vezes. Desconfie de quem leva a glória para si, cuidado com esse tipo de homem.

No que se pode concluir neste livro é a quantidade de abusos cometidos por lideres espirituais, que tem uma idéia dominante a qual ele é o único porta voz de Deus na terra. São vários os relatos de abusos, porem poucos os curados. Sendo que ela nos alerta a prestar atenção nas manias de grandeza dos lideres. Uma das características disso é quando o pastor quer que a igreja se encaixe em suas visões, como querer ganhar o Brasil para Cristo e estipular metas para isso, sendo que aquele que não se encaixar é um rebelde, um feiticeiro. Sem duvida é um livro que precisamos ter em nossa biblioteca, para não cometermos erros grotescos assim relatados. Nos dias atuais verificamos a distorção da palavra de Deus (bíblia), com a teologia da prosperidade, teologia da liderança, ate mesmo grandes congressos como: Encontro com Deus, a gêneses da honra, aprendendo a ser um Servos, congresso da santidade, todos com ensinamento a ser submisso aos seus lideres, onde receberão o melhor de Deus. E as verdades bíblicas estão desaparecendo. Concluindo com uma grande tristeza, deixamos de viver o verdadeiro evangelho de cristo, abandonando feridos e oprimidos e demos espaços para os lobos entrar e tirar das ovelhas a lã, a carne, a gordura e a própria vida. Será que essa e a perfeita vontade de Deus, o qual nos deu seu filho unigênito para que todo aquele que crê não pereça mais tenha a vida eterna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página

Conhecendo a Verdade

Seguidores

Você quer crescer Espiritualmente ? Leia

  • A unção
  • Biblia Sagrada
  • Bom dia Espirito Santo
  • Drogas - O perigo que nos rodeias - Autor Edmar dos Santos Pedrosa
  • Guerreiro da Fé - Autor Edmar dos Santos Pedrosa
  • Rastros do oculto
  • Salvação e Santificação - Autor Edmar dos Santos Pedrosa

Orientação Geral

  • -Lei todos os dias a palavra de Deus.
  • -O poder de um jejum.
  • -Ore sempre.
  • -Busque a face do Senhor Deus.
  • -Pregue a palavra dentro e fora de tempo.
  • -Seja um Mediador de Conflitos.

Conheça uma de nossas Palestras.

  • Aprenda a administrar o seu tempo
  • Gerenciamento de Crise
  • Lider ou chefe
  • Mediações de Conflitos
  • Motivação. Um principio para uma grande conquista
  • Prevenção contra o uso indevido de Drogas

Quem sou eu

Minha foto
Hortolandia, São Paulo, Brazil
Casado, tenho duas filhas, sou Bacharel em Teologia, Conselheiro em Dependente Quimico e Policial Militar atuo no programa Jovens Construindo a Cidadania (J.C.C.); A finalidade deste Blogger e de compatilhar a verdade do nosso dia a dia, dentro de uma visão Biblica, onde encontramos toda a verdade.